12 setembro, 2014 |Estética dental, Notícias |Nenhum comentário
Enviar por e-mail

Aparelhos discretos: foco no sorriso

Para ter orgulho do próprio sorriso e evitar problemas de dentição, muitos devem enfrentar o tratamento com aparelhos ortodônticos. Porém, nem sempre querem ficar com o “sorriso metálico” e buscam os mais discretos.

A cirurgiã-dentista Renata Martins, CRO-SP 102411, diz que os clássicos aparelhos de metal são mais resistentes – fator que, às vezes, determina a rapidez do processo. “Se nesse período o aparelho quebrar ou descolar, o fio ficar saindo etc., o tempo e a qualidade do tratamento ficam comprometidos”, lembra.

Antes de decidir por aparelhos ortodônticos discretos, é preciso passar pela avaliação profissional. “É importante tomar essa decisão juntamente com o ortodontista, que ajudará o paciente a definir qual aparelho resolverá seu caso e quão discreto o aparelho pode ser”, acrescenta.

As opções existentes

aparelho-porcelana

Aparelho de porcelana

Com bráquetes (as peças coladas nos dentes) brancos ou transparentes. “Dos discretos, é o mais procurado pelos pacientes e seu custo pode variar entre R$ 2.500 e R$ 10 mil, dependendo da região e do tipo de material a ser utilizado”, diz Renata.

alinhador-aparelho-invisivel

Alinhador invisível

É um tipo de moldeira transparente, feita em acetato, que alinha os dentes conforme é usado. Durante o tratamento, o paciente usa em média seis moldeiras. A desvantagem é que não consegue corrigir todos os casos de má-oclusão. “Ele é indicado para casos mais simples ou para finalização de tratamento ortodôntico iniciado com o aparelho fixo convencional. Esse tratamento tem um custo médio de R$ 8 mil”, explica.

ortodontia-lingual

Ortodontia lingual

Neste tratamento, os bráquetes são colados na parte de trás dos dentes, onde a língua fica acomodada. “Esse tipo de tratamento ortodôntico é um pouco perigoso, pois os bráquetes podem ferir a língua, um órgão altamente vascularizado. Além disso, a movimentação dentária com esse tipo de aparelho fica prejudicada, limitando a correção ortodôntica. Por isso, ele tem indicação restrita. Seu custo varia de R$ 3 mil a R$ 15 mil”, finaliza.

Enviar por e-mail



Tags:

Comentários

APOIO: