22 julho, 2016 |Estética dental, Saúde bucal |Nenhum comentário
Enviar por e-mail

Bruxismo em crianças: conheça as possíveis causas e consequências

Se o seu filho tem o hábito de ranger ou apertar muito os dentes, principalmente durante o sono, saiba que ele pode estar com bruxismo. A ação, que na maioria das vezes é involuntária, pode ter diferentes causas e gerar diversas complicações.

Geralmente, quando ocorre antes dos seis anos de idade, o bruxismo é entendido como um fator fisiológico. Isso porque há uma tentativa de busca de equilíbrio para a mordida, já que os dentes ficam com tamanhos diferentes. Além dessas razões e como explica a pediatra Nicole Bezerra, o bruxismo pode ocorrer devido a outros fatores de ordem sistêmica, como:

  • Alteração na respiração;
  • Deficiências nutricionais;
  • Fatores emocionais;
  • Estresse;
  • Hiperatividade;
  • Hábitos alimentares inadequados.

Segundo a pediatra, o paciente é submetido a uma consulta que irá identificar a causa do problema e, a partir disso, pode ser encaminhado para outros profissionais, como o dentista, que irá verificar a questão dental.

Os acompanhamentos médicos para o bruxismo variam de acordo com a sua origem, como explica o dentista Rodrigo Almeida da Costa. Existem tratamentos que fazem uso de placas que impedem o contato entre os dentes e provocam o relaxamento da musculatura da mandíbula e o alívio das articulações. E há, também, o tratamento psicológico, que ajuda a criança a lidar com os fatores emocionais que dão origem ao problema.

Cada tipo de tratamento é identificado a partir de perguntas e exames detalhados aos quais a criança é submetida. Por isso, é importante ficar atento ao surgimento de dores de cabeça, na face e na mandíbula: caso apareçam, o melhor caminho é procurar orientação médica.

Enviar por e-mail



Tags: , ,

Comentários

APOIO: