08 abril, 2014 |Notícias, Saúde bucal |Nenhum comentário
Enviar por e-mail

Cáries: como detectá-las?

O aparecimento de uma cárie nem sempre é sinônimo de dor. Isso porque esse tipo de sintoma só aparece quando a doença está avançada, e só um profissional pode fazer um diagnóstico preciso.

O Cirurgião-Dentista Rielson José Alves Cardoso, CRO-SP 15931 conta que a cárie é o resultado do acúmulo de bactérias em forma de biofilme que, em contato com o açúcar ingerido, produzem um ácido que desmineraliza o dente. “Para a maioria das pessoas, esse dano poderá ser notado com o aparecimento de uma cavidade nos dentes”, afirma.

O profissional explica que quando a doença avança até a polpa do dente ou está muito próximo a ela, o paciente sente um incômodo. “No início começa com sensibilidade quando se ingere doces e ácidos como limão e laranja, em situação avançada com alimentos ou líquidos frios e ou quentes. O exame clínico e radiográfico é fundamental para que seja detectado o mais precocemente possível, tornando o tratamento mais fácil e rápido”, explica.

De acordo com Cirurgião-Dentista, em casos de dor é preciso evitar ao máximo o uso de medicamentos. “A ingestão de remédios pode até aliviar, momentaneamente, esse incômodo; no entanto, a raiz do problema não será solucionada. Por isso, o acompanhamento profissional é necessário, pois todo medicamento que não tem função específica pode causar agravos maiores, produzindo efeitos indesejáveis”, recomenda.

Previna-se escove os dentes regularmente, principalmente após a ingestão de açúcar.

Enviar por e-mail

Comentários

APOIO: