28 março, 2014 |Notícias, Saúde bucal |Nenhum comentário
Enviar por e-mail

Conheça os segredos do uso do fio dental

Você tem dúvidas de como escolher o fio dental correto? Essa resposta pode ser mais simples do que se pode imaginar. Isso porque, para cumprir com a função de remover as placas bacterianas que se formam entre os dentes (pontos aos quais a escova não tem acesso) e evitar doenças como a gengivite e a periodontite, qualquer marca ou espessura será eficaz, basta utilizar o produto diariamente, seja antes ou depois da escovação, e passá-lo suavemente em todos os dentes.

Cláudio Mendes Pannuti, Cirurgião-Dentista (CRO 49866), conta que, ao contrário das escovas ou enxaguatórios, todos os fios dentais, com tecnologias mais simples ou diferenciadas e diversidade em sabores, têm eficácia semelhante. “Temos, por exemplo, as fitas e os fios, mas a diferença entre os dois está apenas em suas espessuras. Assim, as pessoas devem usar como critério de escolha apenas o gosto pessoal”, conta.

A dica do profissional é fazer essa limpeza à noite, pois a maioria das pessoas tem mais tempo nesse horário e, assim, evita-se que as placas fiquem acumuladas entre os dentes por muito tempo durante o sono”, completa.

De acordo com Cláudio, um erro que os pacientes cometem é deixar de usar o fio em caso de sangramento. “Esse pode ser o sinal de alerta de doenças bucais. Nesse caso, procure um Cirurgião-Dentista para que ele realize o diagnóstico correto”, orienta. Quando os dentes cortarem o produto com frequência, também é preciso atenção. “A presença de tártaro, obturações com superfície irregular das ou próteses pode causar esse corte. O correto também é procurar uma ajuda profissional”, afirma.

Outro alerta do especialista é em relação ao uso pelas crianças. “As cáries aparecem nos dentes de leite, então os pais devem passar fio dental em seus filhos assim que estiver formada a primeira dentição. Para não correr o risco de causar um machucado, o recomendado é que apenas a partir dos sete anos as crianças façam a limpeza sozinhas”, finaliza.

Enviar por e-mail

Comentários

APOIO: