14 abril, 2014 |Notícias, Saúde bucal |Nenhum comentário
Enviar por e-mail

Na água ou na pasta de dente, o flúor é essencial

A presença do flúor na água de abastecimento público dos municípios é muito eficaz no controle de cáries, seja com a função preventiva ou terapêutica. A importância é tamanha que a substância é também encontrada em produtos como pastas de dente, soluções e géis, utilizados tanto em casa como em clínicas odontológicas.

Essa medida atende a Lei Federal 6050/1974, que determina a fluoretação onde houver estações de tratamento. Segundo o Cirurgião-Dentista Paulo Frazão (CRO 31825), na última pesquisa nacional de saúde bucal realizada em 2010, a proporção de crianças de 12 anos com cárie foi 14% menor nas cidades que adicionam flúor na água de abastecimento.
Mas, o profissional alerta que, em grande quantidade, a substância pode causar defeito na mineralização do esmalte, na forma de linhas brancas ou mesmo manchas castanhas nos dentes permanentes. “Isso pode ocorrer, por exemplo, quando as crianças, sem a supervisão dos pais, colocam muita pasta na escova”, completa.

De acordo com o Cirurgião-Dentista Paulo Capel Narvai (CRO 18155), uma das formas de prevenir o excesso de flúor é a medida de vigilância sanitária na qualidade da água utilizada para consumo. “Quando o órgão identificar cidades que não receberam a substância, a recomendação é acionar as autoridades de saúde para que elas cobrem a empresa de tratamento de água pelo cumprimento da lei. Caso o pedido não seja atendido, vale acionar também o Ministério Público, defendendo os direitos de cidadania”, destaca.

Enviar por e-mail

Comentários

APOIO: